Assinatura RSS

Vestibular UEL: bibliografia para download

Publicado em

 


PROGRAMA

Tema introdutório básico
A questão sobre a passagem do Mito para o Logos no surgimento da Filosofia.


1º Eixo Temático
Problemas éticos e políticos na Filosofia
1.1. Problema político: Estado, sociedade e poder
Questões de referência:

  • A questão da democracia.
  • A questão da constituição da cidadania.
  • A questão do jusnaturalismo e contratualismo.
  • A questão do poder.

Autores de referência: Aristóteles, Hobbes, Locke, Rousseau, Maquiavel e Habermas.

Textos de referência:

ARISTÓTELES. Política. Tradução, introdução e notas de Mário da Gama Kury. 3. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1997.
______ . Ética a Nicômaco. Tradução de Leonel Vallandro e Gerd Bornheim. 4. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991. (Os pensadores, v. 2).
HABERMAS, Jürgen. Direito e Democracia: entre facticidade e validade. Tradução de Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997. 2 v.
HOBBES, Thomas.Do cidadão. Tradução de Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
______ . Leviatã ou matéria, forma e poder de um estado eclesiástico e civil. Tradução de João Paulo Monteiro e Maria Beatriz Nizza da Silva. São Paulo: Victor Civita , Abril Cultural, 1974. (Coleção Os Pensadores, XIV).
LOCKE, John. Segundo tratado sobre o governo civil e outros escritos. Introdução de J. W. Gough. Tradução de Magda Lopes e Marisa Lobo da Costa. 2. ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 1999.
MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. Tradução Maria Júlia Goldwasser. São Paulo: Martins Fontes, 1993
______ . Comentário sobre a primeira década do Tito Lívio. Tradução de Sérgio Bath. 3. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1994.

ROUSSEAU, Jean – Jacques. Discurso sobre a Economia Política e Do contrato social. Tradução de Maria Constança Peres Pissara, prefácio de Bento Prado Júnior. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.
______ . Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. Tradução de Lourdes Santos Machado, introdução e notas de Paul Arbousse-Bastide e Lourival Gomes Machado. 5. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991. (Coleção Os Pensadores, 6).

Textos de apoio:
ARANHA, Maria Lúcia de Arruda e MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando. São Paulo: Moderna, 1986.
______ . Temas de Filosofia. São Paulo: Moderna, 1992.
ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Maquiavel: a lógica da força. São Paulo: Moderna. (Coleção Logos).
CHÂTELET, F. História das idéias políticas. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.
CHAUÍ, Marilena. Introdução à história da filosofia. 3.v. São Paulo: Brasiliense, 1994.
______ . Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 1999.
CHEVALIER, Jean-Jacques. As grandes obras políticas: de Maquiavel aos nossos dias. Rio de Janeiro: Agir, 1973.
COTRIM, Gilberto. Fundamentos da Filosofia. Ser, Saber e Fazer. 8. ed. reformulada. São Paulo: Saraiva, 1993.
______ . Fundamentos da Filosofia: História e grandes temas. São Paulo: Saraiva.
DENT, N. J. H. Dicionário Rousseau. Tradução de Álvaro Cabral, Revisão técnica de Renato Lessa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1996.
DIMENSTEIN, Gilberto. O cidadão de papel. A infância, a adolescência e os Direitos Humanos no Brasil. São Paulo: Ática, 1998. (Série Discussão Aberta, 1).
______ . Aprendiz do Futuro.Cidadania hoje e amanhã. 5. ed. São Paulo: Ática, 1998. (Série Discussão Aberta, 8).
FARIA, Maria do Carmo Bittencourt. Aristóteles: a plenitude como horizonte do ser. São Paulo: Moderna. (Coleção Logos).
JORGE FILHO, Edgar José. Moral e história em John Locke. São Paulo: Loyola, 1992. (Coleção filosofia; v. 20).
GALLO, Sílvio (Coord.). Ética e Cidadania. Caminhos da filosofia: elementos para o ensino de filosofia. Campinas, SP: Papirus, 1997.
YOLTON, John W. Dicionário Locke. Tradução de Álvaro Cabral, Consultoria de Renato Lessa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1996.
MACHADO, Ana Maria; CALLADO, Antonio; NEPOMUCENO, Eric; SOUZA, Herbert de; VERISSIMO, Luis Fernando; LUFT, Lya; FUENTES, Carlos. Democracia: cinco princípios e um fim. São Paulo: Moderna. (Coleção Polêmica).
PAVÃO, Aguinaldo. A relação entre ética e política em Maquiavel. Crítica – Revista de Filosofia, Londrina, v. 5, n. 19, p. 223-240, abr/jun 2000. (texto disponível na página).
______ . Considerações sobre o capítulo XIII do Leviatã de Hobbes. Crítica – Revista de Filosofia, Londrina, v.5, n. 20,p. 389-416, jul/set 2000. (texto disponível na página).
REALE, Giovanni e ANTISERI, Dario. História da Filosofia. São Paulo: Paulinas, 1990. (Coleção Filosofia; 3 v).
RIBEIRO, Renato Janine. A marca do Leviatã: linguagem e poder em Hobbes. São Paulo: Ática.
______ . Ao leitor sem medo: Hobbes escrevendo contra o seu tempo. São Paulo: Brasiliense, 1984. 1992.
______ . A última razão dos reis: ensaios de filosofia e política. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
______ . República e Democracia. Coleção Folha Explícita.
RODRIGUES, Neidson. Lições do Príncipe e outras lições: o intelectual, a política, a ducação. 16. ed. São Paulo: Cortez, 1995. (Coleção questões da nossa época, v. 15).
ROSENFIELD, Denis L. Lições de Filosofia Política: O Estatal, o Público e o Privado. Porto Alegre: L&PM, 1996.
ROSS, Sir David. Aristóteles. Tradução Luís Filipe Bragança S. S. Teixeira. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1987.
RUBY, Christian. Introdução à Filosofia Política. Tradução de Maria Leonor F. R. Loureiro. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998.
SOUZA, Herbert e RODRIGUES, Carla. Ética e Cidadania. São Paulo: Moderna, 2000. (Coleção Polêmica).
KUNTZ, R. N. Locke, Liberdade, Igualdade e Propriedade. In: SANTOS, C.N.G.Q.
VOUGA, C.J.T; BRANDÃO, G.M.B. (Organizadores). Clássicos do pensamento político. São Paulo: EDUSP, 1998.
WEFORT, Francisco. Os clássicos de política. Volumes I (Maquiavel, Hobbes, Locke, Montesquieu, Rousseau, “O federalista”). São Paulo: Ática, 1989.

1.2. Problema ético: Liberdade, emancipação e dever.

  • A questão da justiça.
  • A questão da liberdade e autonomia.

Autores de referência: Platão, Aristóteles, Rousseau, Kant, Spinoza e Habermas.

Textos de referência:
ARISTÓTELES. Política. Brasília. UnB, 1988.
______ .Ética a Nicômacos. 4. ed. Brasília: UnB, 2001.
KANT, Imamanuel. Fundamentação da metafísica dos costumes (1785). São Paulo: Abril Cultural, 1980 (Coleção Os Pensadores).
HABERMAS, J. Técnica e Ciência como Ideologia. Porto: Edições 70, 1992.
ROUSSEAU, Jean J. Discurso sobre a origem e os fundamentos das desigualdades entre os homens. São Paulo: Ática, 1989.
______ . O contrato social. São Paulo, Abril Cultural, 1973. (Os Pensadores).
SPINOZA, Benedictus de. Ética. Seleção de textos Marilena de Souza Chauí; Tradução Marilena de Souza Chauí… [et al.]. 5. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991. (Os Pensadores).
PLATÃO. A República. Livro VII. São Paulo: Ática, 1989.

Textos de apoio:
CENCI, Ângelo Vitório. O que é ética? Elementos em torno de uma ética geral. Passo Fundo: Editora Universidade de Passo Fundo, 2000.
BARBOSA, Júlio César Tadeu. O que é justiça. São Paulo, Brasiliense, 1984.
HELLER, Agnes. Felicidade, liberdade e democracia. São Paulo: Brasiliense, 1982.
NOVAES, Adauto (org.). Ética. São Paulo: Cia. das Letras, 1997
PIZZI, Jovino. Ética do Discurso: a racionalidade ético-comunicativa. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1994.
PRADO JR, Caio. O que é liberdade. São Paulo: Brasiliense, 1985.
FORTES, Luiz R. Salinas. Rousseau: o bom selvagem. São Paulo, FTD: 1989 (Coleção Prazer em Conhecer).
VALLS, Álvaro. L. M. O que é ética. São Paulo: Brasiliense, 1986.


2º Eixo Temático
Problemas epistemológicos na Filosofia
2.1. O problema da ciência, conhecimento e método na Filosofia

  • A questão da sensibilidade, razão e verdade.
  • A questão do método.
  • A questão da ciência e a crítica ao positivismo.

Autores de referência: Platão, Aristóteles, Descartes, Hume, Galileu, Francis Bacon, Kant e Popper.

2.2. O problema da relação entre ciência e técnica: a racionalidade instrumental.
Autores de referência: Adorno, Horkheimer, Habermas.

Textos de referência:
ADORNO, Theodor W. & HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1991.
ARISTÓTELES. Metafísica.
BACON, F. Novun Organum. (Tradução de Anoar Aiex). São Paulo: Abril Cultural, 1979. (Os Pensadores).
DESCARTES, R. Discurso do método. (Tradução de J. Guinsburg e Bento Prado Júnior). São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
FEYERABEND, P. Contra o método. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
GALILEI, G. O ensaiador. (Tradução de Helda Barraco).São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Tradução de Ana Maria Bernardo et alii. Lisboa: Dom Quixote, 1990, p. 113.
HORKHEIMER, Max. Eclipse da razão. Tradução de Sebastião Uchoa Leite. Rio de Janeiro: Labor do Brasil, 1976.
HUME, D. Investigações acerca do entendimento humano. (Tradução de Anoar aiex). São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
KANT, I. Crítica da razão pura. (Tradução de Valerio Rohden e Udo Baldur Moosburger) São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
KUHN, T. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1978.
LOCKE, J. Ensaio acerca do entendimento humano. (Tradução de Anoar Aiex). São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
PLATÃO. A república. (Tradução de Enrico Corvisieri). São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Os Pensadores).
POPPER, K. A lógica da pesquisa científica. São Paulo: Cultrix/EDUSP, 1978.

Textos de apoio:
CHASSOT, A. A ciência através dos tempos. São Paulo: Moderna, 1994.
CUNHA, A. Filosofia: iniciação à investigação filosófica. São Paulo: Atual, 1992.
GARCIA, F. Introdução crítica ao conhecimento. Campinas: Papirus, 1988.
KOYRÉ, A. Estudos de história do pensamento científico. Rio de Janeiro: Forense, 1982.
KÖCHE, J. C. Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes, 1997.
LUNGARZO, C. O que é ciência. São Paulo: Brasiliense, 1989. (Primeiros Passos).
PRADO Jr, C. O que é filosofia. São Paulo: Brasiliense, 1998. (Primeiros Passos).
REALE, G. História da filosofia. São Paulo: Paulus, 1990.


3º Eixo Temático
Problemas estéticos na Filosofia
3.1. O problema do belo e da experiência estética

  • A questão da mímesis.

Autores de referência: Platão e Aristóteles.

3.2. O problema da relação da arte com a sociedade: a Indústria Cultural e cultura de massa
Questões de referência decorrentes das principais concepções estéticas do pensamento filosófico contemporâneo:

  • A questão da reprodutibilidade técnica da arte.
  • A questão da arte e da indústria cultural.

Autores de referência: Adorno e Benjamin.

Textos de referência:
ADORNO, Theodor Wiesengrund & HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1991.
ARISTÓTELES. Metafísica: livro I e livro II; Ética a Nicômaco; Poética. Traduções de Vinzenzo Cocco et alii. São Paulo: Abril Cultural, 1979, (Coleção Os Pensadores).
BENJAMIN, Walter; ADORNO, Theodor Wiesengrund; HORKHEIMER, Max & HABERMAS, Jürgen. Textos escolhidos. Traduções de José Lino Grünnewald et alii. São Paulo: Abril Cultural, 1980, (Coleção Os Pensadores).
COHN, Gabriel. Theodor W. Adorno. Traduções de Flávio R. Kothe, Aldo Onesti e Amélia Cohn. São Paulo: Ática, 1986, (Coleção Grandes Cientistas Sociais).
PLATÃO. A República. Introdução, tradução e notas de Maria Helena da Rocha Pereira, 7. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1993.

Textos de apoio:
BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo: Ática, 1991.
DUARTE, Rodrigo. O belo autônomo: textos clássicos de estética. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1997.
______ . Mímesis e racionalidade. São Paulo: Loyola, 1993.
EAGLETON, Terry. A ideologia da estética. Tradução de Mauro Sá Rego Costa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.
JIMENEZ, Marc. Para ler Adorno. Tradução de Roberto Ventura. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
LIMA, Luiz Costa. Teoria da cultura de massa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
MERQUIOR, José Guilherme. Arte e sociedade em Marcuse, Adorno e Benjamin. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1969.
ROSS, Sir David. Aristóteles. Tradução de Luís Filipe Bragança S. S. Teixeira. Lisboa: Dom Quixote, 1987.

Anúncios

Sobre Sanabria

No registro consta José Roberto, mas vulgarmente conhecido por Sanabria, muito prazer. Sou professor de Filosofia, Músico e Publicitário. Continua no próximo episódio... San

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: